sexta-feira, 8 de março de 2019

No dia internacional da mulher / Policiais do 6º BPM visitam mulheres sob medidas protetivas

Neste dia internacional das mulheres, as policiais do 6º BPM de Caicó, Alunas Sargento Ismênia e Luzia, em companhia da Cabo Fabiana, realizaram algumas visitas a mulheres que tem o apoio da justiça através de medidas protetivas.

Expedidas pela Justiça, as medidas protetivas são a principal forma de amparo a mulheres vítimas de violência. Quem sofre uma agressão deve fazer um boletim de ocorrência e já pedir uma medida protetiva. A delegacia encaminha para um juiz avaliar. A vítima também pode procurar o Ministério Público ou a Defensoria Pública, que encaminha um pedido para a Justiça. Se o juiz constatar que houve violência e que há risco para a mulher, concede a medida.

Entre as medidas protetivas mais comuns temos; Proibição de aproximação, proibição de contato, proibição de frequência - casa, local de trabalho e casa de parentes -, suspensão do porte de arma e pode haver também suspensão de visitas aos filhos. 

A Justiça orienta que, em casos de emergência, as vítimas procurem a Polícia Militar ou a Guarda Civil do município (caso tenha) para garantir que a medida protetiva seja cumprida. E que avisem ao Ministério Público em caso de descumprimento.


Em contato com uma dessas vítimas e questionando como é esse procedimento, pedimos a Cb Fabiana para fazer uma avaliação sobre o assunto, a mesma resumiu com as seguintes palavras;

“É difícil dar esse passo; falar sobre as agressões, denunciar. Mas quando as mulheres vítimas de violência conseguem sair desse lugar escuro, de medo e solidão, é importante que elas encontrem pela frente um ambiente seguro, protegido.” Relatou a Cb Fabiana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário